Hoje pela manhã estava meditando no capítulo 29 do livro de Jó, onde ele se lembrava de como era a sua vida antes de ter acontecido tudo que aconteceu com ele e nesse capítulo podemos observar que Jó era "o cara".

Bem sucedido, bem conceituado, todos o admiravam, pois ele era um homem que fazia muitas obras e sua conduta era ilibada, por isso ele era um referencial para muitos.

Ele assentava-se entre os príncipes, os idosos ficavam de pé perante ele e as autoridades se calavam.

Jó era correto e justo. Não havia nada de errado com ele.

Ele era como aquela pessoa "boazinha", que quando acontece algo de ruim na vida dela todos nós ficamos nos perguntando o porque...

Mas Jó, mesmo sendo um homem próspero, abençoado e bem conceituado. Mesmo ele sendo um homem que era:

“...olhos para os cegos e pés para os aleijados. Pai dos pobres e defensor dos direitos dos estrangeiros e que acabava com o poder dos exploradores e livrava das suas garras as vítimas.”
Jó 29:15-17 NTLH.

Mesmo ele sendo um homem que:

"Quando acabava de falar, ninguém discordava. [Suas] palavras entravam na cabeça das pessoas como se fossem gotas de água na areia. Todos as esperavam ansiosos, como se espera a chuva no tempo de calor.” 
Jó 29:22-23 NTLH

Mesmo com tudo APARENTEMENTE bem, Jó estava MAL. Ele era "o cara", mas "o cara" que NÃO CONHECIA A DEUS.

Jó, até então, só tinha ouvido falar de Deus, mas não tinha tido nenhuma experiência com Ele e arrisco a dizer, na minha ignorância, que tudo que ele havia alcançado foi um resultado natural, por causa das sementes que ele plantou ao longo da sua vida.

Ele era um homem temente a Deus, reto, íntegro e se desviava do mal e existem pessoas que também são assim. Algumas nem vem na igreja. E são prósperas, bem conceituadas, são caridosas, são referenciais, são tão boazinhas...Assim como Jó.

Mas tudo que aconteceu na vida de Jó, todas as "desgraças" que sobrevieram sobre ele teve um propósito. Deus não permite que nada aconteça em nossa vida sem um propósito.

Jó havia se tornado um homem orgulhoso e não havia se dado conta disso. Sem perceber, até porque estava tudo certinho na sua vida, ele estava distante de Deus.

De nada adianta uma pessoa ser boazinha, ser abençoada financeiramente, ser bem sucedida, ser referencial para muitas pessoas por causa da sua conduta ilibada, fazer muitas obras, estar entre as autoridades ou pessoas famosas...mas não conhecer a Deus.

Essa deve ser a nossa busca diária. Não podemos nos enganar com o fato da nossa vida estar toda certinha, de não fazermos "nada" de errado, de termos responsabilidades na igreja, de sermos referenciais para quem quer que seja.

Devemos sim, buscar conhecer e ter experiências com Deus e prosseguir fazendo isso TODOS os dias da nossa vida. Isso é o mais importante.


#ParaReflexao
#JejumDeDaniel
Off para as coisas desse mundo.
On para as coisas de Deus.


Imagem ilustrativa de uma "grama de gato" alheia. A minha ainda está crescendo :)
Essa semana plantei alguns caroços de milho de pipoca para fazer "grama de gato". Li por aí que ajuda na digestão e na eliminação das bolas de pelos dos cats e resolvi fazer esse agradinho para o meu bichano >^.^< 

Confesso que estou ansiosa, querendo que cresça logo, até porque eu nem imaginava que milho de pipoca se plantava. Hã?! Como assim?! #VivendoEAprendendo :)

Plantei os carocinhos na terra, estou regando dia sim, dia não e por três dias fiquei conferindo para ver se estava nascendo alguma coisa. Conferi, conferi...e nada. 

Mas hoje, ao amanhecer, vi que começaram a nascer alguns brotinhos (fiquei tão feliz!!!).

Os primeiros brotinhos 
E agora à noite quando cheguei em casa fui conferi de novo e o brotinho estava um pouquinho maior :)
Agora à noite
Acredito que daqui a mais alguns dias o vaso estará repleto de brotos verdinhos e Faísca poderá se deliciar com a sua "saladinha".

Embora esteja ansiosa para ver o resultado, estou também consciente de que Deus faz as sementes germinarem e brotarem no tempo certo. Tenho de esperar. 

Curiosamente me deu vontade de arrancar um brotinho e uma coisa que me chamou atenção foi o tamanho da raiz. 


Olha a raiz
O grão de milho levou alguns dias crescendo para baixo, formando a raiz, enquanto eu achava que não estava acontecendo nada... Eu comecei a pensar e isso me trouxe uma lição espiritual.
Tem tanta coisa que acontece que os nossos olhos não podem ver...
Muitas vezes sacrificamos em favor de algo ou alguém. Determinamos, cremos, oramos, mas tem momentos que parece que nada está acontecendo, pois a resposta que tanto desejamos não vem... 

Tem horas que parece que as sementes espirituais que plantamos ao longo da nossa caminhada com Deus não vão sequer brotar, que dirá dar fruto...Mas Deus trabalha no invisível.

Aos nossos olhos parece não estar acontecendo nada, todavia Deus está sim, fazendo cada semente lançada no terreno da fé germinar e principalmente criar raiz. Isso pode levar um tempo, mas no tempo certo elas irão brotar e produzir os seus frutos. 

E não adianta ficarmos ansiosos e nem conferindo a todo instante para ver se algo está acontecendo (como eu fiz essa semana ao plantar os caroços de milho para o Faísca). Devemos continuar fazendo a nossa parte e seguir plantando as sementes da fé e rega-las. Às vezes com lágrimas... Uma hora ou outra, ou melhor, no momento certo elas irão brotar, pois embora muitas vezes achemos que nada acontecendo, Deus está é trabalhando! 

*Atualização de post: O brotinho cresceu mais um pouquinho nessa manhã:)



*Atualização de post.2: Faísca já pode comer sua saladinha!


My yellow cat :)


Aprendi a usar o vinagre de maçã no cabelo há alguns anos, por indicação de uma cabeleireira e é algo que realmente funciona (pesquise e você encontrará vários artigos falando a respeito dos benefícios do vinagre de maçã para o cabelo). O cabelo fica mais macio e brilhante e não, não fica com cheiro azedo. Mas esses dias vi uma dica compartilhada por uma amiga lá no Face, pesquisei mais a respeito e comecei então a usar o vinagre de maçã como tônico facial.

Minha pele é oleosa, tenho os poros levemente dilatados e de vez em quando me aparecem umas espinhas chatas no rosto. Já usei alguns adstringentes mas devido o vinagre ser um produto natural resolvi testar e o que tenho observado é que a oleosidade do meu rosto tem diminuído e a pele está ficando mais lisa, por isso resolvi compartilhar a dica.

Às vezes pagamos tão caro por determinados produtos e o resultado não é tão satisfatório. Mas o vinagre de maçã é um produto barato (comprei o frasco que está na foto acima numa casa de produtos naturais e paguei 3,90) e tem se mostrado eficiente como produto de beleza. Vale a pena experimentar.

Vinagre de maçã como tônico facial:

Devido à sua acidez, quando o vinagre de maçã é aplicado sobre a pele, os poros tendem a fechar, reduzindo a oleosidade da pele e melhorando a acne. Em uma xícara de água, adicione duas colheres de vinagre de maçã. Mergulhe um pedacinho de algodão, retire o excesso e aplique no rosto depois de lavá-lo com um sabonete específico para sua pele, pela manhã e à noite. Deixe a mistura de vinagre com água secar na pele (o cheiro dissipa rapidamente) e logo depois, aplique protetor solar ou creme de hidratação.

Nos cabelos

Para deixar os cabelos mais saudáveis, é bom investir em produtos  que contenham o pH ácido para fechar as cutículas dos cabelos. O vinagre de maçã possui essa acidez necessária para fechar estas cutículas e manter o cabelo mais brilhoso, macio e com menos volume.

Para fechar as cutículas dos fios: depois de lavar os cabelos normalmente, misture no condicionador (a quantidade necessária para o comprimento dos fios) uma colher de vinagre de maçã. A quantidade de vinagre deve ser menor do que de condicionador. Massageie nos cabelos, deixe agir por 3 minutos e enxágue.

Para dar brilho: o vinagre de maçã equilibra o pH dos cabelos e também dá brilho. Para dar brilho, misture em um copo d’água, uma colher do vinagre de maçã. Depois dos cabelos lavados e condicionados, aplique a mistura, retire o excesso de água e não enxágue, deixe secar naturalmente. Faça isto sempre que sentir os cabelos opacos.

Na novela "Os Dez Mandamentos" Bezalel decidiu abrir mão da vida no palácio e passará a viver no meio do seu povo, os hebreus. Ele não sabe quais são os planos de Deus para sua vida, não sabe nem mesmo quais serão as lutas e dificuldades que enfrentará a partir da sua decisão, mas está disposto a pagar o preço pois carrega dentro de si a certeza de que está fazendo a coisa certa. Ele quer é agradar a Deus! E Deus, é claro, não poderia ficar indiferente a essa decisão.

“Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência em todo artifício, para inventar invenções, e trabalhar em ouro, e em prata, e em cobre, e em lavramento de pedras para engastar, e em artifício de madeira, para trabalhar em todo lavor.”
Êxodo 31:2-5 ARC

Bezalel foi escolhido por Deus para construir a Arca da Aliança. Poderia ter sido seu pai ou seu avô, mas Deus o escolheu. Na novela estamos vendo que a escolha de Deus não foi por acaso.

É claro que a Bíblia não conta as histórias paralelas que estamos vendo na novela, mas eu creio que assim como a Bíblia - que foi escrita por homens - foi inspirada por Deus e é por meio dela que Ele fala conosco, a novela também tem sido inspirada por Ele, pois cada capítulo nos trás uma lição de fé. #DeusTemSeusMeios


Quando decidimos abrir mão das nossas vontades e das regalias que esse mundo nos oferece para servirmos e agradarmos a Deus, não imaginamos o rumo que a nossa vida irá tomar a partir dessa decisão. Mas Deus sabe.

E Ele tem sonhos, planos, projetos, propósitos e nós podemos ser incluídos neles a partir da nossa decisão de querermos agrada-Lo e servi-Lo.

Quando deixamos de nos curvar aos reis desse mundo e passamos a reverenciar - através das nossas ações, sacrifícios, renuncia - ao nosso Soberano e Único Senhor.

Senhor de todas as terras, céus, mares, universo...

Àquele que pode nos dá a coroa da vida e que nunca colocará sobre nós um jugo de escravidão, pelo contrário. Ele nos chama para sermos livres!



Hoje pela manhã estava assistindo a esse filme que é antigo, mas que tem muitas lições para nos ensinar. Uma delas é que o orgulhoso, aquele que se acha o tal, aquele que acha que para "vencer" na vida precisa trapacear, desmerecer, manipular e tentar a todo custo derrubar os outros, aquele que conta com a força do seu braço, pode até se dar bem por um tempo, mas no final ele SEMPRE perde...Alguns podem não perder aqui nesse mundo, mas com certeza perderão no mundo de Deus.

Para finalizar compartilho o trecho final do filme. Muito bom!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.